terça-feira, 19 de agosto de 2014

Capitulo 20-"Uma viagem com todo o pessoal?"





Olá meninas!
Não tem sido fácil arranjar tempo para escrever mas espero que compreendam e que continuem a deixar os vossos comentários :)
Aqui fica mais um e espero que esteja do vosso agrado, gostaria de saber as vossas opiniões, pode ser?
Beijinhos para todas


-Ando a fazer uma pesquisa…-disse Isa fechando o portátil.

-Mas não podes mostrar é?

-Oh Dani prefiro falar com vocês quando já tiver as coisas decididas.

-Mau  agora fiquei curiosa, o que tens de decidir?Vá desembucha!

-Ok ok.-falou e abriu o computador-Este mês os rapazes vão entrar de férias e pensei que seria uma boa ideia fazermos uma viagem! Escapávamos a este frio e entravamos 
no próximo ano assim num sitio paradisíaco!

-Uma viagem com todo o pessoal?-Helena, que até então tinha estado atenta à conversa  acabou por se aproximar de Daniela e a Isa.

-Sim!Seria muito giro não?

-Eu não vou!- Daniela logo falou.

-Porquê?

-Isa a minha mãe vem cá este mês de férias..

-A tua mãe vem no inicio do mês e fica até final de Janeiro se passares uma semana 
fora não é nenhum drama!- comentou Isa.

-Pois mas eu não quero. Não a vejo à meses quero aproveitar ao máximo ,vão vocês para o paradisíaco e divirtam-se!

-Se falares com a tua mãe  ela não se ia importar Dani…-disse Helena.

-Mas eu prefiro assim, não a vejo à imenso tempo ...Quero mesmo passar o máximo de tempo com ela e não fiquem assim que o que não vai faltar é oportunidades para termos uma férias à maneira!-sorriu.

Daniela e Helena voltaram para perto do vidro e continuarem a prestar atenção à gravação que estava a ser feita enquanto Isa deixou-se ficar entretida com a sua pesquisa.

***

O dia de hoje era esperado não só por Daniela como também pelos seus avós…Já tinham perdido a conta de quantos meses tinha passado sem ver a mãe…Mesmo que ainda fosse cedo Daniela foi até ao aeroporto.Sentada num dos bancos ia olhando em volta. De segundo em segundo olhava para o relógio o que lhe dava aquela horrível sensação que o tempo não passava! Quando começou a ver alguns passageiros logo se levantou e ficou atenta a cada rosto que chegava por aquela porta…

-Mãe!!- exclamou Daniela ao ver a sua mãe correndo para os seus braços.Assim que posou a sua cabeça no ombro dela e sentiu o seu cheiro as lágrimas vieram-lhe aos olhos…Finalmente a tinha  ao seu lado!!

-Não chores filha…- Sofia levou a mão até ao rosto da filha e limpou-lhe as lágrimas cercando de novo o corpo de Daniela com os seus braços. Ficaram mais uns segundos ali e depois Daniela ajudou a mãe a levar as malas para o carro. –Então como tens 
estado?

-Bem.- respondeu Daniela com um sorriso pouco depois de ter ligado o carro.-Tenho estado a aproveitar as férias mas à cerca de um mês que voltei para o estúdio.

-Que bom!E os teus avós como tem estado?E as raparigas?Já não as vejo à tanto tempo!!- Daniela riu ao ouvi-la.

-Os avós estão bem, tal como eu tem estado a morrer de saudades suas!As raparigas também estão muito bem.

-E novidades?

-Como lhe disse já voltamos ao trabalho e acho mesmo que este projecto vai ser fantástico! Estes meses de descanso fizeram-nos bem para agora voltar a toda a força!

-E fico muito feliz por isto Daniela se deixares antes de ir embora gostava de ver o que já andam a fazer.

-Claro temos tempo para isto e muito mais. É verdade agora vamos até à casa dos avós mas fica a saber que já tem as raparigas lá em casa à sua espera para lhe apresentar o resto do pessoal.

-Oh filha  tens a certeza que eu não vou incomodar?

-Mãe já lhe disse isto não sei quantas vezes, é claro que não! Se temos espaço não há razão para haver problema algum.

-Se tu o dizes…Mas quando te referes a este pessoal é os teus amigos?

-Sim,as raparigas a mãe já conhece mas quero lhe apresentar o Javi,o John, o Gonçalo, a Laura…São alguns amigos nossos que a mãe ainda não conhece.

-Estes são os novos namorados delas?

-Sim o Javi é o namorada da Isa, o Jonh da Áurea e a Laura é a namorada do Gonçalo que são um casal amigo nosso.

-Hmm está bem. E tu?

-Eu o quê?

-Se tu não tens alguém novo da tua vida ?-a sua mãe lançou-lhe um grande sorriso ao falar.

-A mãe sabe muito bem que não, temos falado practicamente todos dias e faz me esta 
pergunta mil e uma vezes e mais uma vez a resposta é a mesma…

-Quero ver a minha filha feliz há algum mal nisto?!

-Não preciso de um homem ao meu lado para estar feliz, estou muito bem como estou! Antes sozinha do que mal acompanhada nunca ouviu?

-Oh Daniela tu nunca trouxeste um rapaz a casa para me apresentares.

-Mãe chegou à menos de uma hora por favor não vamos tocar neste assunto…Conte-me antes como tem corrido o seu trabalho lá fora?-rapidamente Daniela mudou o rumo da conversa.

 Ao chegarem a casa dos avós de Daniela e nem foi preciso tocarem à campainha segundos depois dela ter estacionado do carro já eles saiam pela porta fora.  Na sala a mãe de Daniela pôs a conversa em dia com os seus pais mas a Dona Inês tinha-se esmerado e quando a hora do almoço se aproximou chamou todos para a mesa.  Depois de terem terminado a refeição e de uma longa despedida vieram-se embora.
   Quando chegaram  todas as raparigas vieram de imediato cumprimentar a  mãe de Daniela, ajudando-lhe a levar as malas para o quarto de hospedes.

***

As raparigas deixaram Daniela e a mãe sozinhas no quarto e voltaram para a cozinha. Olívia e Áurea pegaram na loiça e foram colocar a mesa enquanto Isa e a Helena ficaram a dar os últimos toques no jantar.

-Eu vou!- falou Isa depois de ouvir o toque da campainha pousando a colher no tacho.-Olá!-sorriu ao abrir a porta e ver Javi e Rúben. Desviou-se para eles entrarem. Beijou Javi nos lábios e cumprimentou Rúben com um beijo no rosto.-Já falaste com o John sobre a viagem?- perguntou Isa a Javi pouco depois de entrarem os três na cozinha.

-Já. Ele disse que vai passar o Natal com a família mas volta a tempo de fazermos a viagem.

-Fixe assim podemos ir todos!

-Nem todos…- conclui Helena “matando” o entusiasmo de Isa.

-Pois…

-Como assim?Não é suposto ir todo o pessoal?

-Sim é Rúben mas a Dani não vai.- respondeu-lhe Isa.

-Porque não ?- perguntou Javi.

-Diz que quer aproveitar estes dias para estar com a mãe, o que até se compreende.- falou Helena.

-Ok eu compreendo que queira estar com a mãe mas também só vamos estar fora uma semana!

-E achas que já não lhe dissemos isto Javi,ela é casmurra e depois de meter uma coisa 
na cabeça esquece…

Depois de Isa falar voltaram a tocar à campainha. Com a chegada de John, Laura e Gonçalo mantiveram o mesmo tema de conversa: a viagem! Para a escolha do destino Isa, depois uma pesquisa, deu-lhes duas opções : Maldivas ou Republica Dominicana. Levaram algum tempo mas acabaram por chegar fazer uma escolha que agradava a todos do grupo : Republica Dominicana!
  Daniela pouco depois entrou na cozinha acompanhada pela mãe.  Sofia foi apresentada a todos e de seguida foram para a mesa. Mantiveram sempre o tema de conversa vivo e após tomarem a sobremesa Daniela fez questão de ficar a arrumar a cozinha.

-Deixa-me te dar uma mãozinha.

-Mãe não é preciso trato disto sozinha.- disse Daniela mas mesmo assim isto não impediu que sua mãe pegasse na loiça que estava sobre a mesa.

-Daniela os teus amigos estavam a falar sobre uma viagem, quando é que vão?

-Acho que eles ainda não marcaram as passagens mas em princípio é no fim deste mês.

-Mas não vais também?

-Não, não vou.

-Porquê?

-Porque a mãe vai estar cá até fim de Janeiro e quero aproveitar para estar consigo.

-Daniela até parece que sou alguma turista que está em Lisboa pela primeira vez, podes muito bem ir uma semana de férias com os teus amigos que fico bem.Até posso ficar em casa dos teus avós e quando voltares teremos tempo suficiente para estarmos juntas.

-Mãe já disse à Isa que não ia, vai haver mais oportunidades para passar umas férias com eles. Prefiro mesmo ficar por cá e estar consigo.

-Sei que és teimosa mas devias repensar neste assunto.

-Sim mãe….

Terminaram de arrumar a cozinha e Daniela falou para a mãe que ia tomar um banho.

-Está bem, vou para a sala um pouco antes de me ir deitar.

-Não prefere ir para o seu quarto?-falou Daniela quando iam a caminho da sala.

-Não, depois vou até lá.

-Ok.- Daniela sorriu-lhe e saiu da sala. Ao ver Isa sentada no sofá Sofia aproximou-se.

-Posso?

-Claro, tá à vontade.

-Obrigada…Tenho de te agradecer e às outras raparigas por me deixarem ficar cá em 
casa.

-Oh até parece! A senhora Sofia já nos conhece desde miúdas era o mínimo. Sempre 
que vier a Portugal a porta cá de casa está aberta!

-Muito obrigada…Isa hoje estive a conversar com a Daniela e tentei saber se havia algo 
de novo na vida dela mas acho que mesmo que houvesse ela não me iria contar…O que te quero perguntar é se a Daniela tem alguém? É que hoje ela nem me deu oportunidade de lhe dizer nada.Por isto pensei que talvez me pudesses adiantar alguma coisa.

-Pois...A Daniela não é propriamente aquele tipo de pessoas que fala sobre os seus sentimos e pelo os vistos prefere mesmo esconder o que sente…

-Porque dizes isto? Passasse alguma coisa?

-Lembra-se daquele rapaz que esteve aqui à pouco, o Rúben?-a mãe de Daniela ficou com ar pensativo por breves segundos mas depois acenou-lhe com a cabeça em sinal afirmativo.- Passasse, mais ou menos, algo entre ele a sua filha…

-Não estou a entender, estão juntos ou não?

-Pois a Daniela é mais casmurra que uma mula e prefere esconder o que sente do que o por cá para fora…O Rúben ainda que tenta fazer com que isto mude mas sabe como é  a Daniela. E nós já lhe confrontámos mas ela diz que ele lhe é indiferente e que não quer nada com ele ,mas sabemos que isto não é verdade.

-E ele gosta realmente dela ou é daqueles que não pode ver um rabo de saias?-Isa sorriu ao ouvir a mãe de Daniela.

-Para lhe ser sincera no inicio pensamos que não ia dar em nada mas temos visto que não é bem assim. Nenhum deles admite o que sente mas que está a olhos vistos está! E acredite que tentámos dar um empurrãozinho mas acabou por ser em vão..Eles são dois grandes casmurros!

-Pois eu sei que no que diz respeito a relações a Daniela prefere sempre manter a distancia…

 ***

Após tomar o pequeno almoço  Daniela procurou pela mãe. Bateu à porta do quarto  esperou a sua resposta e entrou.


-Encontrei este álbum e não resisti…- confessou a sua mãe com um  sorriso nos lábios ao ver Daniela entrar.Estava sentada aos pés da cama com um álbum de capa bege nas mãos, ao aproximar-se Daniela sentou-se ao seu lado.- O tempo passa a correr…- disse olhando para umas fotos de Daniela quando era mais nova.



-E graças a Deus, já viu estes penteados e estas roupinhas?!- Sofia gargalhou ao ouvir a filha.


-Ficavas muito bonita com o cabelo longo e as roupas era o que se usava na altura filha. Olha esta!Estavas tão gira!



-Ai mãe por favor mais pareço  uma daquelas atrizes dos morangos com açúcar!Esta sem dúvida é a pior delas todas!-disse apontando para uma das primeiras fotos que as raparigas tinha tirado juntas.


-Vocês eram tão novinhas …É como te digo o tempo passa rápido demais!

-Sim isto é verdade..Mas agora vamos aproveitar enquanto a mãe cá está. Olhe e que tal hoje irmos ao centro comercial?Podiamos fazer as nossas compras de Natal?

-Está bem, vou me vestir e podemos ir.


Enquanto a sua mãe se vestia Daniela foi para o seu quarto. O frio do Inverno já se fazia sentir e por isto mesmo Daniela decidiu que a fatiota de hoje teria de ser : confortável e quente!



Colocou um pouco de maquilhagem, deu um jeito no cabelo e saiu do seu quarto. Como nem Daniela nem a sua mãe tinham feito compras de Natal a manhã foi passada nas lojas. Carregadas de sacos pararam para almoçar e depois foram para o carro de Daniela.

***

-Querem tomar café?-perguntou a avó de Daniela segundos depois de entrarem os quatro na sala de sua casa.

-Eu quero, a mãe e o avô vão querer?-ambos lhe responderam  com um “sim” indo de seguida a Daniela e avó para a cozinha.

-Estou a ver que hoje já foste passear com a Daniela.-disse o Sr.Henrique à filha com um sorriso.

-Sim ela logo de manhã fez questão que saíssemos de casa para irmos ao centro comercial….Pai você tem estado mais tempo com a Daniela talvez saberá algo que por mais que tente a minha filha não fala comigo.- ele olhou-a.- Ontem quando cheguei perguntei lhe se tinha conhecido alguém mas ela nem me dá chance de dizer mais uma palavra. E por isto mesmo falei com a Isa, como vivem juntas ,são amigas à vários anos pensei que a Daniela partilhasse alguma coisa com ela mas mesmo assim a história voltasse a repetir. A Isa disse-me que sempre que tocam neste assunto a Daniela prefere não falar apenas se isola…Gostava de entender o que se passa naquela cabecinha e naquele coração para ela ficar assim…

 -A Daniela destas coisas não fala comigo até porque a conheço o suficiente para saber que se o fizer ela vai ficar defensiva e tentar mudar o tema de conversa o mais rápido possível. Agora a tua mãe tenta sempre saber como vai a vida amorosa da Daniela e mesmo tentar arranjar-te um  genro o que não passam de tentativas falhadas…Sinceramente acho que a Daniela age desta forma porque ainda não encontrou alguém que faça com que ela baixe a sua guarda e lute porque sente.

-Às vezes tenho medo que ela prefira ignorar o que sente do que seguir os seus sentimentos…

-O que queres dizer com isto?

-A Isa disse-me que a Daniela sentia algo por um tal…Rúben, o pai sabe quem ele é?- o avó de Daniela não pode deixar de mostrar algum espanto ao ouvi-la.

-Tens a certeza disto?Que é mesmo o Rúben?

-Sim pelo menos foi o que a Isa me disse, ele ontem esteve lá em casa com outros amigos das raparigas e tudo mas o que interessa é que não sei se deva falar com a Daniela sobre isto. Se ela sente mesmo algo por ele tem é de ir à luta não ignorar o que sente com medo de sabe-se lá o quê.

-Já aqui estão os cafés!-ambos ficaram em silêncio quando Daniela entrou na sala com um pequeno tabuleiro com quatro chávenas de cáfe.-Então o que estavam a falar?

-Nada de especial. A tua mãe estava me a contar de como vai o trabalho dela.

Agora que a Daniela e a sua avó estavam de volta à sala eles não voltaram a tocar mais naquele assunto.

***

Pouco depois da hora do lanche, enquanto a mãe de Daniela arrumava a sua roupa no roupeiro recebeu uma chamada do senhor Henrique. O avô de Daniela tinha algo programado para hoje mas não iriam sozinhos...Mesmo sem saber para onde ia Daniela entrou no carro do avô acompanhada pela mãe. Durante todo o caminho foi conversando com eles mas ao aperceber-se de onde estavam realmente a ir Daniela não consegui se conter.


-O que é que estamos aqui a fazer??


4 comentários:

  1. Então mas isto é assim??? Para onde foram eles??? Tenho um palpite mas...

    Quero o próximo que este foi pequenino...

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá!!!
    Não importa o tempo que demores para postar desde que eles sejam de qualidade como de costume... ;)
    Não vejo problema em Dani ir para a viagem, é só uma semaninha, ela deve estar usando a mãe como desculpa para fugir do Ruben... Acho que com essa vinda da D. Sofia algumas coisas podem mudar, ela bem que podia dar um empurrãozinho e o Sr. Henrique também. Acho que sei para onde eles estão indo.
    Bem, espero desesperadamente pelo próximo!

    Beijinhos!!!
    Lari Lima

    ResponderEliminar
  3. Mil desculpas minha querida! Tenho estado em falta contigo, eu sei. Mas já sabes porquê. Isto é uma altura muito difícil, tenho tido muito pouco tempo para estar no pc, ler e comentar tem sido aos pouquinhos e por vezes acabo por me esquecer.
    Agora vamos ao que interessa!
    Adorei os capítulos anteriores e este também! A mãe da Dani parece-me uma boa casamenteira. Talvez com a ajuda dos avós e da Isa as coisas entre o Rúben e a Daniela se arrangem. Aqueles dois são mais teimosos que uma mula! hehehe
    Quero muito ler o próximo e assim que possível assim o farei e comentá-lo-ei.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar