terça-feira, 6 de maio de 2014

Capitulo 5-"Quem te ouvir falar até parece que não gostaste!"



-Não consigo!-falou Áurea após sua tentativa falhada de se colocar de pé sobre a prancha de forma correcta como Simão lhes tinha explicado à pouco.

-Mais algumas vezes e tás lá.-Simão sorriu-lhe.As raparigas sob o olhar dele tentavam manter o equilíbrio sobre  prancha.







A falta de jeito era visível mas  Simão sorriu e ajudava-lhes dando-lhes conselhos e exemplificando os movimentos que deveriam fazer para se conseguirem manter em pé em cima da prancha. Ali ficaram cerca de meia hora e depois o Simão levou-as de volta para a escola onde lhes deu os fatos pretos.
 Elas vestiram-no sobre o bikini e antes de saírem Daniela pediu ao Simão que tirassem uma foto que logo colocou no seu instagram.

Danielathesats_Bora lá apanhar umas ondas! @Oliviathesats @Isathesats
Prontas saíram e iam em direcção ao areal quando Isa falou.

-Olha o Javi!!-o entusiasmo tomou conta dela e ao vê-lo ganhou um grande sorriso. -podem ir ter com o Simão vou  ali lhe dar um beijinho ao Javi e já venho.- não esperou resposta do resto das raparigas e  fui para a esplanada em frente à praia.

-Já viste quem é que veio com ele?-perguntou Olívia a Daniela num tom de gozo.

-Não vais começar pois não?

-Só quis te mostrar que pelos os vistos temos plateia

-Pois mas não há plateia nenhuma que me vai estragar a aula  e a conversa acaba aqui que o Simão está à nossa espera.-terminou de falar e começou a andar em direcção ao mar,as raparigas olharam umas para as
outras e sorriram para depois irem também para perto do Simão que as esperava.

***

-Olá meu amor!-correu para os braços de Javi que agarrando-a pela cintura a puxou para perto dele beijando-a. Os seus lábios ficaram colados até ouvirem Rúben tossir.-oh…olá Rúben.

-Olá.-ela cumprimentou-o com um beijo no rosto.

-Cariño a aula demora muito?-perguntou-lhe Javi.

-Uns quarenta e cinco minutos.-sorriu.-tenho mesmo de ir.-beijou-o mais uma vez e foi embora. Ele ficou a observa-la enquanto ia para perto das outras raparigas.

-Mas quem é aquele homem?- falou Javi . Rúben ao ouvi-lo olhou sobre o ombro para areal.

-Deve ser o professor ou assim.

Javi puxou a cadeira e sentou-se. Não eram propriamente ciúmes mas não tinha adorado ver aquele tipo perto das raparigas, especialmente de Isa. Rúben pelo contrário não lhes dava qualquer atenção, tendo mesmo pegado no telemóvel e nem olhará para o areal.

-O que é que ele pensa que está a fazer?!-Javi saltou da cadeira. O professor de surf ao ajudar Isa a ganhar equilíbrio agarrou-a pela cintura o que não escapou ao olhar atento de Javi.

-O foi mano?

-Ele está com mãos em cima da Isa!- disse apontado para a Isa que se encontrava sobre a prancha com as mãos do Simão na sua cintura.-já volto!


-Hei mano!Toma calma,ele não te vai roubar a miúda!- Rúben fez Javi parar agarrando-o pelo braço.- sabes que ela nunca se pôs em cima de uma prancha ele tá a ajudá-la.

-É bom que seja só isto…

Voltaram a sentar-se. Javi manteve o olhar sobre as raparigas, viu-as pegar nas pranchas e entrarem no mar.Já Rúben de vez enquanto  olhava para o mar e via-as a apanhar umas ondas..ou a tentarem o fazer. Afinal era a primeira vez que o faziam e as quedas eram muitas!
                                      



-Finalmente acabou..-ao ouvir o que Javi sussurrou Rúben desviou as suas atenções  do telemóvel e olhou para as raparigas que saiam da água acompanhadas pelo  professor. Ao chegarem à areia deitaram as pranchas e começaram a despir os fatos deixando-os pela cintura.

-Mas o  gajo só sabe se agarrar a elas?!- falou Rúben ao ver Simão a ajudar Daniela a despir o fato.


-À bocado tava a fazer o trabalho dele agora incomoda-te?

-Não,não me incomoda tão lhe a pagar para dar aulas não é para se aproveitar e por as mãos em cima das miúdas dos outros.-Javi ia abrir a boca mas Rúben antecipou-se.-e tou me a referir ao facto de ele andar a agarrar-se à Isa.

-Pois…pois..não é por ele estar ali à conversa com a Daniela nem nada.-ironizou Javi.

-E porque é que ia me incomodar de ele conversar ou fazer seja lá o que for com ela?!

-Não sei tu é que parece que não queres admitir que ela mexe contigo.

-Não entres por ai mano! Ela tem a sua vidinha  e eu a minha , falei o que falei porque tá na cara que ele se anda a aproveitar do trabalho que tem.

***

-Espero que tenham gostado meninas,e se quiserem repetir a experiência estão à vontade.-Simão despedia-se das raparigas mantendo a simpatia e o sorriso no rosto.

-Com o jeitinho que temos é melhor deixarmos isto para quem sabe o que faz.-falou Helena rindo.

-É tudo uma questão de pratica…- uma rapariga alta com cabelo loiro comprido ondulado,também com fato de surf passou perto deles.- tenho mesmo de ir andando.- ele terminou de falar e aproximou-se da tal rapariga tendo a agarrado pela cintura e beijado.

-É claro que tinha de ter namorada!!-disse Daniela cruzando os braços.

-Primeiro o Andres agora o Simão ainda é praga Dani.-brincou Olivia fazendo-as rir excepto Daniela.

-Ah ah ah.-deu uma gargalhada sarcástica.-tão engraçada!

-Olhem vamos mas é ter com os rapazes!

Elas fizeram o que Isa dissera e foram para a mesa onde Javi e Rúben estavam sentados. Cumprimentaram-se com um beijo no rosto, menos Daniela e o Rúben que se ficaram por um seco “boa tarde” pois quiseram manter a distancia. A emprega chegou e elas fizeram os seus pedidos.

-Vocês vão voltar a ter aulas de surf?-perguntou Javi às raparigas.

-Não ,foi giro mas não temos muito jeito.-respondeu-lhe Áurea.-como vocês devem ter visto pelas nossas lindas figuras.

-Mas pelo menos tinham o Simão para vos ajudar.-atirou Javi olhando por breves segundos
para Isa.

-Esta foi para mim?-Isa olhou-o,com ar inocente.

-Apenas estava a dizer que o Simão foi muito prestável cariño…

-Oh…ficas muito bonito com ciúmes.-Isa tocou no rosto de Javi fazendo-lhe uma festinha .- mas o Simão tem namorada e estava apenas ajudar-nos.

 -Desculpa lá Isa mas nesta tou com o mano.-interrompeu Rúben.- o gajo andava sempre com as mãos em cima de vocês.

-E tu estás a opinar porquê?-Daniela logo ripostou.-o Javi ainda tem razão para falar agora tu..

-É porque eu ao contrário de certas pessoas tenho discernimento.

-Não comecem!-Isa pôs fim à picardia entre o Rúben e a Daniela antes que aquilo tomasse outras proporções.-falando de outras coisas…que tal irmos jantar fora?

-Tu já viste como é que nós estamos,  achas mesmo que vamos para um restaurante nestes preparos.-disse Helena.

-Podíamos antes comprar umas pizzas e ir para minha casa.-sugeriu Javi.

-Estão a ver , problema resolvido!-Isa falou para as miúdas que aceitaram o convite do Javi.

-Vou andando então.-Rúben abriu a carteira tirou alguns moedas colocou sobre a mesa para pagar a bebida e levantou-se.

-Oh Rúben nós tamos a contar contigo!-ele parou quando ouvi a Isa.

-Isa eu tenho...

-Tens de ir jantar connosco e mais nada!-ela não o deixou terminar e falou. A “teimosia” e persistência de Isa convenceram-no e conseguiu arrancar um sim dos lábios do Rúben.

Passaram por uma pizzaria levando o jantar prontinho para casa do Javi.

-Tinhas mesmo de convidar aquele gajo.-resmungou Daniela quando estava na cozinha de Javi com Isa. Eles esperavam por elas na sala para trazerem os pratos e talheres.

-E depois ainda dizes que ele te é indiferente..

-E é!Tu é que não tinhas de estar a insistir para ele vir jantar connosco.

-Sim Dani continua a enganar-te a ti própria e a dizer que é só isto.- Daniela revirou os olhos. Não valia a pena! Por mais que falasse elas acabavam sempre por manter a mesma opinião e continuar a mandar as suas piadinhas.
  Durante o jantar Daniela manteve-se calada com o olhar preso na televisão e eles iam conversando.

-Javi importas-te que carregue a bateria do meu telemóvel? É que daqui a pouco vou precisar de falar com a minha mãe.-perguntou Daniela depois de ouvir o “bip” do seu telemóvel que lhe relembrou que a bateria estava já no fim.

-Claro que não importo,tenho uma tomada no meu quarto.

-Ok obrigada.-pegou no telemóvel e levantou-se.

-É a segunda porta à direita.-falou Javi.

***

As raparigas levantaram-se e levaram as caixas de pizza vazias e os pratos para a cozinha ,limpando depois a mesa da sala. Quando elas voltaram Rúben foi à casa de banho.
   Ao sair desta deu de caras com a Daniela que parou depois de fechar a porta do quarto de Javi.

-Que óptimo sentido de oportunidade…- falou Daniela com ironia, olhando para Rúben com ar de desdém. 

-Olhem se não é a Daniela e a sua arrogância!-ele tinha um sorriso no rosto, provoca-la sem  dúvida
nenhuma tinha a sua piada!

-Eu arrogante??Pfff tu é que não deves bater bem.

-Não és arrogante??Passaste a noite toda a agir como se me fosses superior.

-Isto não é arrogância é um facto.-lançou-lhe um sorriso amarelo ao falar.

-O que eu acho é que não queres admitir que mexo contigo.-ela soltou um gargalhada carregada de sarcasmo.-bem que tentas disfarçar…-deu alguns passos na direcção de Daniela e parou deixando meros centímetros de distancia entre eles.- que não resistes ao meu toque..-sem qualquer pudor  levou as suas mãos às coxas de Daniela mesmo debaixo do vestido,levantando este um pouco e puxando-a para ele anulando o espaço ente eles.-que queres sentir os meus lábios nos teus…-o rosto dele estava pertíssimo do de Daniela.Ela sentia o respirar de Rúben.- e que me queres. -ela prendeu o seu olhar nos lábios dele que foram-se se aproximado tocando nos seus. Por momentos Daniela tinha como “congelado” mas o calor dos lábios de Rúben fez com que despertasse e correspondeu ao beijo.As suas línguas ficaram em perfeita sintonia e  tropeçando nos pés um do outro foram para perto da porta do quarto de Javi. Rúben deixou de ter a sua mão esquerda na cintura de Daniela e abriu a porta. Entrou e logo fechou esta. Os beijos eram intensos e numa questão de minutos nasceu uma forte vontade de se entregarem um ao outro…não queriam perder tempo e começaram a ver-se livre daquelas peças de roupa.Ela separou os seus lábios dos dele retirando-lhe a camisola mas voltando depois a beijá-lo.

As mãos de Rúben “ganharam vida” e percorreu todo o corpo de Daniela tirando-lhe  o vestido com alguma agressividade o que mostrou a ânsia para a fazer dele. Levou-a para o seu colo fazendo com que ela cercasse com as pernas a sua cintura.Sentou-se sobre a cama e puxou-a para ele.

Daniela abriu o fecho das calças de Rúben,e ele deitou-se sobre a cama ficando livre das calças pouco depois.As caricias que Daniela lhe ia fazendo no seu membro faziam com que ele fosse ficando cada vez mais visivelmente “animado”. Ele viu-se livre do soutien dela e num movimento rápido trocou de posição ficando agora sobre Daniela. Ia tocar com os seu lábios no dela quando Daniela o afastou.

-Tens preservativos?

Ele olhou-a e sorriu.Ergueu o seu corpo e sob o olhar de Daniela procurou as suas calças,de dentro da sua carteira tirou um preservativo , ao voltar para perto dela preparava-se para o colocar quando ele tomou conta da situação e colocou-o. Rúben deitou o seu corpo sobre  o dela e beijou a pele do pescoço da Daniela.
                                                        
Tirou a tanga que Daniela usara e entrou dentro dela.Logo de inicio começou com um ritmo muito acelerado sendo impossível conter os gemidos que iam saindo da boca de Daniela e de Rúben.Estes iam aumentando enquanto Daniela passara as suas mãos pelas costas de Rúben fazendo-lhe mesmo alguns arranhões ,mantendo os seus lábios unidos.



Atingirem o orgasmo e ele afastou os seus lábios dos dela e olhou-a.Ficaram com o olhar preso um no outro..tinha mesmo aquilo acabado de acontecer? Ela recuperava o seu fôlego relembrando o que tinha acontecido à momentos.Viu ele prestes a unir os seus lábios e afastou-o. Levantou-se e procurou as suas roupas.
  Rúben acabou por se levantar também e procurar as suas peças de roupa. Vestiram-se em silencio  e quando calçou o ultimo sapato Daniela olhou-o.

-É bom que não te atrevas a falar disto a ninguém!-avisou-lhe Daniela fazendo com que Rúben lhe olhasse.

-Agora tás arrependida?

-Isto não devia ter acontecido,o que tens de fazer é esquecer o se passou aqui!

-Quem te ouvir falar até parece que não gostaste!

-O que interessa é que isto aconteceu porque..porque….porque tu me apanhaste desprevenida!-Rúben gargalhou.

-Tem dó Daniela,não queres admitir tudo bem agora pores te com estas tretas não pega.

-Pouco me interessa o que tu achas  não quero é que andes a falar do que não passou de um grande erro!-terminou de falar e saiu do quarto de Javi.

Não querer nada sério e terem aqueles momentos por puro prazer  ele entendia e partilhava da mesma opinião, mas fugir…isto por mais voltas que desse à cabeça não compreendia! Todos aquela indiferença ,frieza , insultos  e depois era como se seguisse um caminho sem olhar para trás...entregava-se por completo.Das duas vezes que se tinham envolvido Daniela nunca se conteve e tanto quanto ele vivia cada segundo como se fosse o ultimo…aproveitava aquele momento ao máximo e depois fechava-se a sete chaves na sua caixinha. Torna-se fria,mantinha a distância e era mesmo estúpida com ele com todos aqueles adjectivos nada agradáveis.
    Rúben pegou nas suas chaves do carro e ao chegar à sala encontrou Áurea,Helena a Olivia e o Javi.

-Vou bazar.-anunciou Rúben.

-Já?!Ainda é cedo.-falou Javi ,ligando o televisor.

-Vais te deitar com as galinhas ou quê?-atirou Áurea com um sorriso.

-Tou um bocado cansado.

-Mas íamos agora jogar playstation.-Áurea continuou.- não é que sejamos grande coisa mas tu e o Javi podiam nos ajudar.

-Fica para outro dia a serio.

-Ok mas olha que não me esqueço.

Ele sorriu ao ouvi-la  e foi se despedir de cada uma delas e depois de um passa bem a Javi saiu.

***

-Precisas de ajuda?-Daniela entrou na cozinha e viu Isa a colocar gelado nas várias taças que estavam 
sobre um longo tabuleiro de madeira.

-Não…não.-ela olhou para Daniela e riu.

-Tás te a rir de quê?

-Para a próxima tentem fazer menos barulho ok?-continha a vontade de gargalhar enquanto falava.

-Hã?

-Tu e o Rúben…para a próxima tentem controlar-se um pouco.

-Tu…tu ouviste ?!.

-Oh amiga eu ia à casa de banho passei pelo corredor e era um bocado difícil não ouvir!

-Pois mas não devias ter ouvido,aliás esquece o que ouviste que não vai haver próxima!E olha… elas e o Javi…

-Está descansada que fui a única que se apercebeu do que se estava a passar,eles ainda perguntaram por vocês mas disse que vocês estavam a conversar e mantive-os debaixo d´olho para não irem até lá.

-Ah ok, mas ficas a saber que foi um grande erro e que não vai voltar a acontecer.

-Disseste que o sexo era bom  ele perdeu o jeitinho para a coisa foi?-ao contrário de Daniela Isa achava aquela situação hilariante e não ia desperdiçar a oportunidade para a picar.

-A sério Isa nem comeces…-Isa não se consegui  conter e acabou por voltar a gargalhar.Daniela não estava a achar piada nenhuma aquela conversa especialmente às bocas de Isa.-só aconteceu porque…olha nem sei bem porquê mas que  como te disse não se vai voltar a repetir!

-Talvez foi para matar as saudades que tinhas do Rubinho.

-É que nem te respondo!-Isa sorriu, pegou no tabuleiro e foram para a sala.- o Rúben?-perguntou ao ver apenas as raparigas e o Javi.

-Ele já bazou.- respondeu-lhe Helena.

***

-Estão a tocar à campainha!-gritou  Olívia sentada no sofá enquanto as outras raparigas terminavam de tomar o pequeno almoço.

-E a menina não pode abrir a porta?-falou Isa ao passar por perto do sofá,a caminho da porta.

-Estou tão bem sentadadinha.-lançou-lhe um sorriso.

-Pois…pois…- Isa abriu a porta e viu um rapaz novo  que tinha uma farda de correios  ou algo deste género.-bom dia.

-Bom dia,é aqui que mora a..-olhou para papel que tinha na mão direita.-Isa Silva?

-Sim,sim sou eu.

-Isto é para si.-entregou-lhe para os braços uma cesta que estava completamente carregada de rosas!Eram lindas! O rapaz desejou-lhe um bom dia e foi embora.Ela fechou a porta sem tirar os olhos da cesta.



Voltou para a sala e pousou a cesta sobre o aparador,reparou que tinha um pequeno envelope entre aquelas rosas vermelhas e brancas e pegou nele.

-Presentes logo pela manhã.-falou Olívia quando Isa lia o que estava lá escrito-Então é do Javi?

-Sim é!!-falou com euforia e entusiasmo.-diz para ir até esta morada às sete horas.

-E sabes onde é?

-Não!Não faço mínima onde seja..e tu conheces?-deu-lhe pequeno bilhete branco com letras a negro.Olivia leu-o e voltou dar este a Isa.

-Não,não…mas também é melhor deixar a curiosidade no ar para não estragar a surpresa.

           
     Olá meninas!
Obrigada pelo apoio que me tem dado nestes últimos capitulos!Adoro ler as vossas opiniões e dão-me cada vez mais vontade para escrever esta história :)
Espero que gostem deste capitulo e que me digam o que acharam :D
Beijinhos!! 
                                                                                                                        

3 comentários:

  1. Olá Ritjinha!
    bem eu amo isto, mesmo muito, esta aula de surf foi genial, as quedas, os ciumes normais do Javi, e ainda por cima do Rú, ahahah foi lindo $:
    e esta cena de sexo "instantâneo" entre o ruben e a daniela foi tão perfeita <3
    agora estou ansiosa para saber a surpresa *-*
    besitos, quero muito o próximo guapa <3

    ResponderEliminar
  2. Opah!! LINDO!! LINDO!! :D

    Adorei, « Atingirem o orgasmo e ele afastou os seus lábios dos dela e olhou-a.Ficaram com o olhar preso um no outro..tinha mesmo aquilo acabado de acontecer? » Perfeito!!

    Continua!!! Isto sim, alivia-nos o stress :P

    Beijitos!! *

    ResponderEliminar